Banco Central inaugura Lab para projetos de inovação financeira

O Banco Central acaba de lançar o Lift Lab – Laboratório de Informações Financeiras e Tecnológicas – que funcionará como uma incubadora de novos negócios. O espaço, criado em parceria com a IBM, Amazon Web Services e Microsoft, ajudará empreendedores iniciantes e universitários a desenvolver produtos e serviços de inovação financeira.

As empresas que praticam esse tipo de atividade são conhecidas como Fintechs e, de acordo com informações do Valor Econômico, movimentaram 457 milhões de reais em investimentos em 2017 por todo o potencial comercial que representam para o cenário nacional e internacional.

Como tal modelo de negócios é visto como o futuro do mercado financeiro, o BC decidiu fomentar projetos que aumentarão a competitividade do Brasil frente aos cenários globais, além de oferecer valor à sociedade brasileira.

As startups selecionadas para participar do Lift contarão com apoio tecnológico fornecido pelas grandes empresas parceiras, desenvolvimento de protótipos e orientação técnica.

Para participar, os interessados precisam ter propósitos alinhados ao da instituição tais como: cidadania financeira, crédito mais barato, sistema financeiro eficiente ou legislação mais moderna.

Autoridades financeiras ao redor do mundo como Inglaterra e Cingapura, possuem projetos semelhantes ao desenvolvido pelo Banco Central.

FIEMG: pioneira na criação de Labs

Por entender que competitividade, na atualidade, é indissociável à construção de projetos inovadores capazes de gerar produtividade, redução de custos e sustentabilidade para a Indústria Mineira, o Sistema FIEMG criou em 2016 o FIEMG Lab.

O projeto segue, como dito, uma tendência global de laboratórios digitais destinados à testes de recursos experimentais de novos negócios que podem mudar, evoluir, falhar ou até mesmo ser descartados.

Outras instituições como a Fundação Dom Cabral, Intel, Walmart, Nokia, Johnson & Johnson, dentre outras, também possuem Labs e estão colaborando para o desenvolvimento de novos negócios.