Pesquisadores de MG desenvolvem produto a base de eucalipto para substituir as telhas de amianto

Pesquisadores da Universidade Federal de Lavras (UFLA) estão desenvolvendo uma alternativa para o amianto, proibido desde o ano passado (2017) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O material, que é comumente utilizado na fabricação de telhas e caixas d´água, foi impedido de ser comercializado sob o argumento de que é prejudicial à saúde. Como alternativa, estudos estão sendo realizados com o eucalipto.

Para o desenvolvimento da telha, que ainda está em fase de testes, a fibra da planta é misturada ao calcário e ao cimento. Durante os estudos, os acadêmicos descobriram que o produto causa menos impactos ambientes que as telhas convencionais. Para fabricação do material em eucalipto, o uso da água corresponde a 40% do cimento, sendo que nos processos tradicionais é necessário o dobro do recurso.

De acordo com o pesquisador Danillo Wisky Silva, em entrevista ao G1, a telha de eucalipto é bastante resistente, similar às telhas de amianto. Ainda segundo o estudioso, o material está sendo observado em processo de envelhecimento natural para identificar como as propriedades agem em exposição ao ambiente.

Ainda não se sabe qual será o preço da telha à base de eucalipto no mercado. De qualquer forma, o produto será uma alternativa sustentável para ser usada na construção civil.